02/06/2015 - Jean Pierre Zarouk, CGAE 1989. Managing Director and Co-Head of Brazilian Investment Banking Operations at Lazard

 

O nosso último convidado do semestre da eletiva Gvniano ensina GVniano, foi o ex-aluno, Jean Pierre Zarouk, CGAE 1989, diretor e o responsável pelo setor de Investment Banking do grupo Lazard Brasil.Sua trajetória profissional começou quando procurava uma faculdade que atendesse a todas as suas expectativas, assim construiu sua história na GV.Zarouk conta que logo após receber o seu diploma, encontrou algumas dificuldades pelo caminho, já que a economia era instável na época, e que demorou a descobrir com quais áreas mais se identificava – bancos ou multinacionais. “Às vezes demora, mas quando você descobre e mergulha, é a melhor coisa”.Zarouk decidiu começar em uma multinacional, a Mace Internacional – onde fazia consultorias. Mais tarde deixou a empresa e foi para a Dow Chemical, onde trabalhou tanto no Brasil, quanto nos Estados Unidos. Lidava diretamente com cobranças, mas não estava satisfeito com o lugar que ocupava. Enquanto trabalhava na companhia, também se preparava para iniciar um MBA – “Trabalhava muito e ao mesmo tempo estudava. MBA é fenomenal, façam o quanto antes”.Depois de um ano, foi oferecida a oportunidade de trabalhar nos Estados Unidos por certo período, e Zarouk aceitou, entretanto não se adaptou, além do cenário econômico incerto que preocupava a todos. “Só quem passa um tempo morando fora, sente falta”. Quando voltou ao Brasil, passou ainda pelo Banco Patrimônio de Investimentos, e pelo ING – do qual recebeu o convite e ficou por sete anos. Devido a opiniões controversas e questões relacionadas à confiança, optou por deixar o banco e iniciar uma nova fase dentro do grupo Lazard. “Lá, estabelecemos valores muito claros, criamos uma cultura na empresa.”Hoje, Zarouk é diretor executivo do banco Lazard, e acredita que sejam necessários seis valores e também habilidades, para ter sucesso dentro de um ambiente profissional - trabalho em equipe, integridade, meritocracia, empreendedorismo, excelência e humildade, “Gastamos muita energia escolhendo os melhores”.

“Extraia o melhor de si”.

Casado há 22 anos, pai de dois filhos, o GVniano equilibra ao máximo sua vida pessoal e profissional. Ligado ao mundo dos esportes, ele participava de olimpíadas quando era mais jovem, conciliando o tempo 'de atleta' com o de estudo.